Eu Sou Malala

Atualizado: 19 de abr.

Vocês já sabem que o GIUSTO é o maior incentivador de leitura da nossa região. Nossa biblioteca é o coração do Colégio, e uma fonte de inspiração! Tantos títulos, tantas caracterizações de personagens nas contações semanais e um toque especial de magia em cada canto.


Inspiradoras também são as diversas escolhas de leitura que nosso corpo docente faz durante o ano! Assim aconteceu com “Eu sou Malala” lido e analisado por alunos do 7º EF.



Nossos alunos são fãs desta obra.

Conheça mais sobre essa garotinha que transformou o mundo.


Biografia

Nascimento: 12 julho 1997

Idade: 24 anos

País: Inglaterra

Cidade: Mingora, Paquistão

Malala Yousafzai é uma jovem nascida no Pasquitão em 12 de julho de 1997 e conhecida mundialmente por lutar pelo direito de meninas frequentarem às escolas. Em 2014, aos 17 anos, ganhou o Prêmio Nobel da Paz, tornando-se, assim, a vencedora com menos idade a receber a honraria.

Filha de um professor e dono de escola, Malala sempre teve o apoio do pai para estudar e após o Talibã destruir aproximadamente 150 colégios levava seu uniforme escondido para evitar ser alvo de ataque. Já conhecida por seu blog e entrevistas para a TV, a paquistanesa levou três tiros na cabeça em um atentado quando ia para a escola, em 2012.

Depois do ataque, passou por tratamento na Inglaterra e passou a morar em Birmingham, naquele país, exiliada ao lado da família. Um ano após ser baleada, lançou sua biografia, "Eu Sou Malala", discursou na ONU, ganhou o Prêmio Sakharov, entregue pelo Parlamento Europeu e anunciou a construção de uma fundação com o seu nome. Voltou ao país-natal em março de 2018 e teve um encontro com o primeiro-ministro, Shahid Khaqan Abbasi. No mesmo ano, visita pela primeira vez o Brasil.

Ela esteve no Estado de São Paulo para participar do evento “Itaú apresenta: Malala”, realizado no Auditório Ibirapuera. Para uma plateia composta por mulheres, docentes de escolas públicas, estudantes e membros de organizações educacionais, ela contou sobre sua trajetória e debateu questões envolvendo educação, leitura e escrita.


Entrou para a história!

Não é sempre que uma garota de 17 anos se torna a mais jovem ganhadora do Prêmio Nobel da Paz, mas Malala foi reconhecida por sua história de vida, defesa dos direitos à educação e luta a favor da equidade entre garotas e garotos. Ela compartilhou o prêmio com o ativista indiano Kailash Satyarthi, defensor dos direitos das crianças.


24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo