No Giusto, a implantação do Novo Ensino Médio

Atualizado: Ago 11

Com um time docente empenhado, o Colégio, à frente de outras escolas, já está em fase final de implantação da nova proposta.

O Novo Ensino Médio apresentou mudanças significativas na modalidade de ensino. A proposta impacta não somente os estudantes, mas a população em geral, visto que a educação é um bem e interesse comum aos cidadãos. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), o objetivo é aproximar os alunos das transformações do mercado de trabalho, possibilitando uma formação mais atualizada. A principal proposta da reforma do Ensino Médio é estabelecer uma estrutura curricular comum a todas as escolas, que será definida através da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), e outra mais flexível, organizada pelo estudante. Ainda segundo o MEC, isso possibilitará maior autonomia para os alunos definirem os rumos da sua educação, de acordo com os seus interesses e projetos de vida.

A BNCC definiu os elementos obrigatórios e comuns a todas as escolas, desde a educação infantil até o ensino médio. Em abril de 2018, o MEC entregou ao Conselho Nacional de Educação (CNE) a última versão da BNCC. O documento define que a carga horária do novo Ensino Médio terá o total de três mil horas.

Dessas, 1.800 serão destinadas ao currículo comum e 1.200 aos itinerários formativos. Veja as áreas de conhecimento:

* Linguagens:

* Matemática;

* Ciências Humanas;

* Ciências da Natureza.

Veja algumas combinações que poderão ser sugeridas:

* Linguagens e Matemática;

* Linguagens e Ciências Humanas;

* Linguagens e Ciências da Natureza;

* Matemática e Ciências Humanas;

* Matemática e Ciências da Natureza;

* Ciências Humanas;

* Ciências da Natureza.

Apenas as disciplinas de português, matemática e língua inglesa serão obrigatórias nos três anos de curso. Para estudantes indígenas, fica garantido o ensino nas línguas maternas. Caberá a cada estado e município organizar os seus currículos escolares, tendo a BNCC como base. Na última versão da BNCC ficou estabelecido que os alunos serão cobrados segundo suas habilidades e competências nas áreas de ciências humanas e da natureza. Ah, uma informação bacana é que o novo Ensino Médio prevê a organização por módulos ou créditos, semelhante ao modelo adotado nas universidades. Dessa forma, caso necessite trocar de escola, o aluno pode eliminar o que já estudou e continuar a cursar os conteúdos faltantes. No entanto, isso ainda deve ser regulamentado. O que muda no Enem com o Novo Ensino Médio? Essa é uma das diversas dúvidas que cercam o tema. Segundo especialistas, o exame deve sofrer modificações para abarcar as mudanças trazidas com a reforma do Ensino Médio.

No Giusto, o Novo Ensino Médio está em estudo e aprofundamento com equipe desde 2019 e a implantação vem acontecendo já no curso 2021.





Alunos protagonistas e prontos para criar grandes oportunidades.

Somos a melhor escola do eixo Raposo Tavares, na região do Butantã e Granja Viana, para os estudantes e suas famílias

A educação integral do indivíduo (social, afetivo, físico, intelectual e cultural) tem o poder transformador na sua vida pessoal e na sua vida em sociedade para a construção de um mundo mais humano nas relações interpessoais e mais consciente nas suas escolhas.

Nossa prática norteia o respeito, a responsabilidade, a empatia, a ética e o compromisso social.

Fale conosco e vem para o Colégio Giusto!

Posts recentes

Ver tudo